Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Podenga Portuguesa

Mulher dramática, pensativa, inquieta, feliz e infeliz. Que carrega o peso do mundo nas costas. Que é filha da mãe natureza. Acredita no amor, na empatia, na verdade, na hipótese.

A Podenga Portuguesa

15
Set17

Vamos lá ver se nos entendemos

Não me confundas com elas, eu sei o meu lugar e elas sabem o delas.

Não posso competir com aquilo a que NÃO me posso comparar.

 

Não tenho aqueles rabos firmes e redondos.

Nada daquelas barrigas lisas acompanhadas de uma taça de champanhe.

Muito menos aquele bronzeado o ano inteiro...

 

Eu sou aquilo que vês ao acordar, ao meio do dia, ao deitar.

Eu sou a sensualidade e parvoíce do meu instagram.

E dou tanto nas vistas quanto ele.

Não tenho mais de 100 likes em cada publicação, mas também não vais ficar desiludido quando me vires ao vivo.

Ficar bem no instagram é fácil, com as circunstâncias perfeitas nem é preciso o corpo perfeito para ficarmos perfeitas numa foto.

 

O problema aqui está na atitude. 

Quando eu tiro fotos que eu julgo não estarem de acordo com a minha verdade ainda que pareça toda boazona, eu não a publico.

Porque eu não quero o efeito desilusão. E por não querer isso perco também os iludidos.

Os babados, os likes e seguidores.

Mas não me importa.

Os likes não me pagam contas, não me abrem a porta quando estou carregada de sacos, não me dão um abraço apertado quando mais preciso, nem me fazem cócegas só para verem os meus lindos dentes.

 

Os likes conquistados com mentiras, sim mentiras, é como comprar com cartão de crédito.

Sabe bem no momento, mas fica a divida por pagar.