Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Podenga Portuguesa

Mulher dramática, pensativa, inquieta, feliz e infeliz. Que carrega o peso do mundo nas costas. Que é filha da mãe natureza. Acredita no amor, na empatia, na verdade, na hipótese.

A Podenga Portuguesa

Mulher dramática, pensativa, inquieta, feliz e infeliz. Que carrega o peso do mundo nas costas. Que é filha da mãe natureza. Acredita no amor, na empatia, na verdade, na hipótese.

Escrever é a cura

  Discutir só vale a pena se for para melhorar. Se for só para perder tempo mais vale entregar a bicicleta e seguir. Às vezes não é fácil, todos dias dificeis e ás vezes acabamos por (...)

Escolhas pouco certas

Não sei onde quero chegar com estas apostas sempre iguais umas as outras com o destino traçado  embrulho-me com o diabo e ainda rezo para ter sorte!   É mais que mutilação aquilo (...)

Vicios

são noites mulatas manhãs madrastas que esperam por mim são copos e cartões linhas e pilões que me deixam assim feliz ao acaso e quando quiser  procuro um homem, quiçá uma mulher

Casais liberais

Não sei que horas eram nem como é que chegamos a ser quatro a sair do Musicbox com uma mala de viagem.   Não me lembro também como fui parar a casa de um casal com mais um membro que no (...)