Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Podenga Portuguesa

Mulher dramática, pensativa, inquieta, feliz e infeliz. Que carrega o peso do mundo nas costas. Que é filha da mãe natureza. Acredita no amor, na empatia, na verdade, na hipótese.

A Podenga Portuguesa

Mulher dramática, pensativa, inquieta, feliz e infeliz. Que carrega o peso do mundo nas costas. Que é filha da mãe natureza. Acredita no amor, na empatia, na verdade, na hipótese.

Será que ainda vou encontrar o amor?

solteiras felizes

 

O que eu acho é que há medida que os anos vão passando, primeiro:

 

  • vão havendo menos pessoas disponíveis porque os que crescem connosco já emparelharam lá atrás
  • e segundo vai havendo menos tempo para dedicar a essa vertente porque existem contas que JÁ NÃO SE PAGAM SOZINHAS....

 

E agora?

 

AH pois é....porque é que achas que nos ensinaram o jogo da cadeira?

....vamos sentando nas que sobram.

jogo das cadeiras no amor

 

É que sejamos sinceros.....

 

Durante a adolescência quando não temos nada para fazer além de estudar e namorar isso é relativamente fácil de acontecer, mas assim que se aproxima o inicio da vida profissional as coisas tomam outro rumo.

 

Além disso para a maioria das pessoas que já experienciaram o amor por essa altura já terão também sofrido o primeiro desgosto e por isso aquela fantasia toda do grande amor já não é tão cor-de-rosa.

 

Resumindo: é difícil a partir do momento em que iniciamos a vida adulta reunir as condições para que o romance se dê e ou já se vai com um grande amor atrelado ou WELCOME TO JUNGLE MY FRIENDS.

 

É todos com todos e todos com ninguém.

 

Daí para a frente é assim:

  • Ou arranjas alguém mais novo 
  • Ou arranjas alguém já divorciado e cheio de vontade de viver a vida loka 
  • Ou arranjas alguém já com filhos que quer uma mãe\pai para eles
  • Ou arranjas alguém que quer viver às tuas custas
  • Ou arranjas alguém que só te saltar para cima (e de vez em quando)
  • Ou nem arranjas ninguém

 

E do mal o menos....Se sempre foste solteiro não custa assim tanto porque já é o teu registo.

 

Agora imagina aquelas pessoas que se separam do seu "amor de infância" na vida adulta ali perto dos 30 anos e só estiveram com uma pessoa até então?

 

Nesses caso normalmente a mulher é que fica sempre no lodo.

Quer ser mãe e as chances de ENCONTRAR ALGUÉM + TEMPO PARA NAMORAR + PARAR começam a escassear.

Por outro lado o homem até emagrece uns quilinhos, fica enxuto e ou já vem com alguém desde o fim do namoro ou rapidamente encontra porque, além disso, a estatística está a favor...

 

Ao par que a mulher:

  • Ou vira amante do ex-namorado (god bless her)
  • Ou começa a namorar com o primeiro que aparece porque não sabe estar sozinha e quer ser mãe
  • Ou começa a viver a vida loka até a meio dos 30 onde acontece outra crise existencial
  • Ou fica solteira para sempre porque nunca mais consegue ultrapassar o desgosto

 

The end

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.