Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Podenga Portuguesa

Mulher dramática, pensativa, inquieta, feliz e infeliz. Que carrega o peso do mundo nas costas. Que é filha da mãe natureza. Acredita no amor, na empatia, na verdade, na hipótese.

A Podenga Portuguesa

25
Mai18

Quando bebo beijo toda a gente! (ou quase)

Lembram-se desta personagem do Dragon Ball que quando espirrava virava má?

 

Penso ter o mesmo tipo de distúrbio mas ao contrario e é quando fico alterada, seja por meio de que substancia for.

Mas vocês vão dizer...."tu e mais 300 milhões de cidadãos do mundo".

Certo....mas cada um chora a sua dor, portanto deixai-me desabafar a minha.

 

A questão é esta, eu não estou inconsciente nunca e nem tenho falhas de memoria, portanto o que faço é de livre vontade, no entanto julgo não ser normal esta vontade de andar sempre aos marmelaços e a seduzir pessoas.

 

Obviamente que também não sou hipócrita e mesmo estando modo cowboy só abordo pessoas que considero atraentes, mas também me acontece algumas vezes mesmo que não ache atraentes começo a dar uma grande conversa à pessoa como se quisesse ter alguma coisa com ela quando na verdade nunca na vida.

 

Tenho outros dias também que dou o meu numero a toda a gente, o que é uma chatice porque depois quando acordo da hipnose já não quero ver ninguém à frente e as pessoas andam a mandar barro à parede até eu as bloquear...

 

Não pode ser... 

Aqui há tempos fui a uma festa que até o fotografo beijei.

Quer dizer, não há condições morais para voltar aquele local.

É que se eu me envolvesse apenas com clientes, epa mais ou menos a coisa geria-se, porque os mesmo clientes não estão sempre no mesmo local (se bem que Lisboa é mínima), agora eu é seguranças, fotógrafos, barmans.....quer dizer, é o núcleo duro do estabelecimento.

 

Corro seriamente o risco de qualquer dia começar a ser barrada.

Bom tendo tomado consciência que tenho de parar de me meter com toda a gente agora quando me sinto mais tontinha vou dançar para a frente do dj com esperança que a musica tome conta de mim.

 

Amén.

2 comentários

Comentar post