Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Podenga Portuguesa

Mulher dramática, pensativa, inquieta, feliz e infeliz. Que carrega o peso do mundo nas costas. Que é filha da mãe natureza. Acredita no amor, na empatia, na verdade, na hipótese.

A Podenga Portuguesa

28
Mai18

Pessoas que dizem que ajudam e só empatam

Quem nunca se viu na desesperante situação de ter de investir em algo mas ao mesmo tempo não ter muito para gastar?

Quando assim é faz-se tudo para poupar uns trocos, eventualmente até optar por executarmos alguns trabalhos para não termos de pagar a outros.

Neste processo também é normal vasculharmos a lista de amigos para ver se algum pode ser útil e, mais uma vez, ajudar a poupar uns trocos.

 

Até aqui tudo certo, agora também pode ser comum lidarmos com aqueles "amigos" que se dizem conhecedores de contactos aqui e bons preços ali e que vão connosco a todo o lado, mas que depois na "hora H" te mostram, que afinal, não vai dar.

 

É por uma situação destas que estou a passar.

Eu já odeio pessoas mentirosas, sejam elas de que tipo forem,  então quando a mentira me afecta a logística e a carteira considero que abrem a caixa de pandora para uma mudança na nossa relação.

 

Ora, eu já estou praticamente a colocar o meu projecto online, só me faltam alguns items que ATÉ posso ser eu a comprar, no entanto, não percebo nada daquilo.

O meu pseudoamigo desde há 2 semanas atrás me diz que vai falar com o fornecedor dele para me arranjar o que preciso e a um preço razoável.

Eu fiz o meu trabalho de casa e de facto, de acordo com a minha pesquisa, o fornecedor dele é o melhor de Lisboa.

 

A questão é que ele diz que vai lá amanhã e depois afinal é amanhã e depois ....estão a ver?

E o pior é que face à distância e ao horário do armazém eu só consigo ir lá aos sábados de manhã e como ele mora lá ao lado seria mais fácil ser ele a ir tratar disso durante a semana e depois eu ir só lá levantar\pagar no sábado.

 

Entretanto eu já começo a ficar naquele estado de ebulição em que já nem lhe pergunto se ele vai lá. Aliás já nem me apetece falar com ele.

Porque se eu não lhe perguntar nada, ele nada me diz e quando eu pergunto diz-me sempre que é amanhã.

 

Na terça-feira passada era supostamente o dia em que ele "lá ia", ficou o dia todo sem me dar cavaco e manda-me uma mensagem às 18:00 a dizer "entáo miga tudo bem?"

Nem lhe respondi, tirei o numero da empresa da internet e combinei com o comercial ir lá reunir com ele sábado de manhã.

 

Por não lhe ter respondido volta a insistir e pergunta-me se se passa alguma coisa.

Aí tive de ferver e respondi-lhe "sim sabes, tendo a ficar desmotivada com pessoas que dizem que me ajudam e nunca mais ajudam"

Claro que vestiu a fatiota de desentendido\ofendido, teatro ao qual, eu não passei cavaco.

 

Com tudo isto talvez vá pagar mais uns euros pelo mesmo material, mas ao menos sei que o material vai chegar.

 

Quanto ao amigo...será que podemos "por de lado" traços da personalidade com os quais não nos identificamos de alguém que até já consideramos amigos, para que essa pessoa continue na nossa vida?

 

Será que uma "amizade" pode prevalecer no tempo sendo só "para aquilo que é"?

Digo isto porque tenho a certeza que se fosse para os copos esta pessoa nao me falhava...estão a ver?

Agora para coisas sérias...."Esquece-se".

 

É nestas alturas que eu gostava de ser homem porque não sei como é que eles fazem mas mandam-se todos à merda e ficam amigos na mesma.

Eu como sou mulher fico apenas calada e já sei que com ele não conto para mais nada com seriedade.

 

2 comentários

Comentar post