Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Podenga Portuguesa

Mulher dramática, pensativa, inquieta, feliz e infeliz. Que carrega o peso do mundo nas costas. Que é filha da mãe natureza. Acredita no amor, na empatia, na verdade, na hipótese.

A Podenga Portuguesa

03
Jul18

Escolhas pouco certas

Não sei onde quero chegar com estas apostas

sempre iguais umas as outras

com o destino traçado 

embrulho-me com o diabo

e ainda rezo para ter sorte!

 

É mais que mutilação

aquilo que faço a mim própria

são feridas abertas

esperanças expostas...

 

Tanto tive empatado

para curar o legado

que o ultimo deixou

não há nada aprendido

voltei ao mesmo sitio

onde tudo acabou.

 

Mudam as personagens

mantém-se o argumento

são muitas viagens

em tão pouco tempo.

 

De tudo o que posso escolher

escolho sempre o pior

já não sei se é gosto por sofrer

ou ausência de melhor.