Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Podenga Portuguesa

Mulher dramática, pensativa, inquieta, feliz e infeliz. Que carrega o peso do mundo nas costas. Que é filha da mãe natureza. Acredita no amor, na empatia, na verdade, na hipótese.

A Podenga Portuguesa

03
Ago17

Um minuto de silêncio (poema)

Um minuto de silêncio

Pelas nossas almas perdidas

E o nosso corpo que não tarda morre

 

Um minuto de silêncio

Por tudo o que podíamos ter feito

E não fizemos

Escolhemos ser eternos

Ao invés de felizes

 

Um minuto de silêncio

Por quem ainda conta o tempo

E se esquece do momento

Que por não ser vivido se perdeu

 

Um minuto de silêncio

A quem vende o coração ao desbarato

Perseguindo a cada trato

Um amor que não existe

 

Um minuto de silêncio

Por quem nunca viveu a vida sendo só mesmo

Aquilo que desejava ser

Com medo de perder

Acabou por viver

Sobrevivendo.

 

By: Podenga

03
Ago17

Mentalidades (poema)

Suspiro, inspiro, expiro

O tempo passa

E a desgraça ameaça

Chegar para ficar

 

Há tempos em que não tenho discernimento

Nem para combater a minha consciência

Que se instala e me atormenta

Pedindo-me para actuar

 

Que conflitos posso eu vencer

Se apenas de mim posso depender

E de mais ninguém?

Como posso eu mudar mentalidades

Se têm o espírito fechado às chaves

E não o querem libertar?

 

Mas e o que me garante a mim

Que a consciência alheia esteja activa

Ou até que seja compatível com a minha?

Poderei eu confiar

Ou terei de continuar

A falar, a pregar

Para que nos encontremos a meio?

 

By: Podenga

02
Ago17

Adoro o meu país (poema)

Adoro o meu país

Mas tenho os meus filhos a estudar fora

Dizem que a experiência é enriquecedora

E recomendável para o curriculum.

 

Adoro o meu país

Mas quando como fora vou ao sushi

Que essa comida não consigo fazer em casa

E agora que está na moda

Cai melhor nas fotografias.

 

Adoro o meu país

Mas não consumo musica portuguesa

E nem a comida que ponho na mesa

Vem da terra que me viu nascer.

 

Adoro o meu país

Mas não recebo vai para três meses

E como a maioria dos portugueses

Já ando a ver propostas no estrangeiro

Que eu preciso é de ganhar dinheiro

Por mais que goste de aqui viver.

 

Adoro o meu país

Simplesmente porque aqui nasci

Mas isso às vezes não é suficiente

E tal como muita gente

Tenho de ser inteligente

Vou ter de sair daqui.

 

By: Podenga

 

01
Ago17

Espero de ti (poema)

Espero de ti mais do que dos outros

Porque eles souberam a pouco

E tu ainda tens sabor.

 

Espero de ti aquilo que tens e o que imagino

Faço da expectativa um filho

Que vai crescendo dia-a-dia em mim.

 

Espero de ti o que em ti projecto

Na minha cabeça arquitecto

E no meu coração realizo.

 

Espero de ti o final do anterior

Por quem nunca senti amor

Mas esperar, esperei tudo.

 

By: Podenga

01
Ago17

Pessoas que enviam emojis sem texto

Sabem aquelas pessoas que chamam toda a gente com um assobio?

 

Os cães, os filhos, as mulheres...

 

Eu comparo essas pessoas com aquelas que enviam emojis sem texto.

A única diferença é que o emoji vem por mensagem e já se sabe à partida para quem está destinado enquanto o assobio nunca se sabe muito bem quem está a chamar.

 

Categorizo também o acto isolado de mandar emojis como lei do menor esforço.

É como se quisessem marcar presença, mas não sabem ou não querem ter o trabalho de pensar no que dizer.

 

Uma vez tem graça, à segunda respondo e aviso que não gosto dessa abordagem, à terceira nem respondo.

 

Não sei falar emoji.

 

Sei responder a um "Olá", a um "Tudo bem?" agora como se responde a um emoji? Com outro emoji? E quando sei que acaba?

Para mim é uma perda de tempo autêntica, parece que estamos a jogar um jogo.

 

Até percebo para fim de conversa, eu própria às vezes envio beijinhos como emojis....Agora enviar um emoji e ficar à espera de resposta é que não entendo mesmo.

 

É como ir na rua e alguém assobiar na tua cara e esperar que tu adivinhes o que ela pretende.

Ou um carro ir a fazer-te sinais de luz o tempo todo sem tu entenderes o que ele está a tentar dizer.

 

Estão a perceber o ponto??

 

Era só isto.

 

Beijinhos!