Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Podenga Portuguesa

Mulher dramática, pensativa, inquieta, feliz e infeliz. Que carrega o peso do mundo nas costas. Que é filha da mãe natureza. Acredita no amor, na empatia, na verdade, na hipótese.

A Podenga Portuguesa

02
Set16

Será que não encontro ninguém porque estou á procura de um homem que não existe?

Pois bem...

 

Admito.

I am guilty as charged!

 

Há coisas nos homens com as quais não consigo viver e isto até seria normal se não fosse uma lista infindável de coisas.

Começo a perceber isso com o passar do tempo e tenho de começar a deixar para trás alguns requisitos.

Isto se quiser encontrar alguém com quem possa partilhar a minha vida. Pelo menos em Portugal. Ou neste planeta. Enfim.

 

Como não vou ter tempo para ser exaustiva, vou partilhar aqui alguns aspectos importantes na escolha de um homem.

Não vou mencionar a parte física, porque como é óbvio, a atracção física já está implícita.

 

Ora aqui vamos nós:

 

1. Com sentido de humor diferente ou sem sentido de humor

Não há nada pior para mim do que alguém com um sentido de humor diferente do meu. É que, parece que estamos a falar línguas diferentes.

Então aquelas piadas de circunstância que eu penso..."vá lá, esta é óbvia certo?" e que ele....nem entendeu.

 

2. Saber escrever

Não precisa de ser escritor ok? estamos a falar em saber conjugar verbos, saber quando utilizar hífen etc. E se por ventura não souber, então que admita, facilita.

 

3. Ser insensível para com o sofrimento alheio

Seja ele sobre animais ou pessoas, falar/estar com um calhau com olhos não é bem a minha visão de futuro. 

Quero alguém sensível aos problemas da sociedade, atento ao que o rodeia, com quem possa chorar quando vir um cão atropelado e que não me diga "' 'tás parva?".

 

4. Não seja pseudo-intelectual

Tudo bem que quero um homem que me ensine coisas, agora, não um que veja profundidade onde não existe (desculpem se estou a ferir susceptibilidades), mas uma linha vermelha pintada num quadro branco há-de ser sempre uma linha vermelha pintada num quadro branco, ainda que o autor tivesse a sentir muitos sentimentos.

 

5. Não saiba ser independente/ ser tão preguiçoso que doí

Sabem aqueles homens que não sabem onde se faz o cartão do cidadão ou andam com o chip do cartão multibanco avariado porque não lhe apetece perder tempo a ir fazer outro? esse mesmo. Aquele típico sujeito do "tem calma.....isso depois vê-se". Uiiiiiiii uiii meu menino....o "depois vê-se" dá-me cabo dos chakras. Fico logo desalinhada quando sinto que aquela pessoa não está com a mínima preocupação sobre coisas que, eventualmente importam.

 

E é isto...

Sou assim, esquisitinha e insatisfeita.

 

Possíveis retaliações

"Vais masé ficar sozinha"

"Deves pensar que és perfeita"

"Esse homem não existe"

....

Mas o mais difícil disto tudo, é escolher cansada. Já estou quase a desistir de olhar à volta.

 

12 comentários

Comentar post

Pág. 1/2