Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Podenga Portuguesa

Mulher dramática, pensativa, inquieta, feliz e infeliz. Que carrega o peso do mundo nas costas. Que é filha da mãe natureza. Acredita no amor, na empatia, na verdade, na hipótese.

A Podenga Portuguesa

13
Nov17

Hipnotizada por ele (poema)

Não penses que sou burra

Por te responder sorrindo

Às perguntas que me fazes sobre o mundo

É que mergulhei fundo

No teu olhar, e lá fiquei.

 

Não penses que não sinto da mesma maneira

As fervorosas ideias que defendes

Estou apenas perdida

A apreciar os teus lábios a mexer.

 

Não penses que não me vou preocupar

Com as coisas que te passam à frente 

Mas neste momento estou mais presente

Na cana do teu nariz

Que entorta quando sorris

E me faz sorrir também.

 

Não julgues que não tenho nada a acrescentar

Às virgulas que esperaste que terminasse

Mas parece que levaste

Contigo a minha capacidade de pensar

A partir do momento em que pude apreciar

Mais de perto a tua beleza.

 

Podenga