Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Podenga Portuguesa

Mulher dramática, pensativa, inquieta, feliz e infeliz. Que carrega o peso do mundo nas costas. Que é filha da mãe natureza. Acredita no amor, na empatia, na verdade, na hipótese.

A Podenga Portuguesa

26
Mai17

Comporte-se com uma joia rara e outras tretas

Vamos lá ver

 

Quando fazemos sexo com alguém continuamos a estar ao mesmo nível da outra pessoa.

 

Um homem não desrespeita uma mulher por ter sexo com ela.

Uma mulher não passa a ser menos valiosa por ter tido sexo com um homem.

 

Estas balelas de "comporta-se com uma jóia rara, não se entregue facilmente bla bla bla" traz atrás uma ideia de que primeiro as mulheres não têm capacidade de tomar decisões e depois que deixamos de ser jóias raras por fazermos sexo com alguém.

 

E vá lá, se um homem me julgar por ter tido sexo com ele então é porque não é homem para mim right?

 

A vida é demasiado curta para joguinhos.

O sexo é demasiado bom para não ser praticado, desde que consentido e seguro!

 

Vamos parar de fomentar esta ideia de que sexo suja, que sexo deve ser vergonha porque ninguém aqui nasceu de uma cegonha.

 

E digo mais, quantas mulheres casadas não tiveram uma vida inteira sem saber o que era um orgasmo porque nem conhecer o seu corpo podiam?

 

Quantos de nós foram concebidos em noites em que "até não lhes apetecia, mas o marido quis"

 

Isso sim é condenável.

 

O sexo não é uma obrigação, o sexo é uma escolha, de um homem e de uma mulher conscientes onde ambos procuram obter prazer.

 

Beijinhos

 

 

2 comentários

Comentar post