Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Podenga Portuguesa

Mulher dramática, pensativa, inquieta, feliz e infeliz. Que carrega o peso do mundo nas costas. Que é filha da mãe natureza. Acredita no amor, na empatia, na verdade, na hipótese.

A Podenga Portuguesa

29
Set17

Combina para sair contigo e não te diz mais nada

Eu como sou uma pessoa espontânea até demais, sinto-me sempre algo desconfortável com combinanços.

 

Sejam eles quais forem, férias, saídas românticas, tudo.

Porque acho sempre que as pessoas se vão cortar e deixar-me na mão.

 

Não compreendo aqueles rapazes que combinam para sair comigo com 1 semana de antecedência, eu confirmo, e depois vão evaporando.

 

O assunto parece que fica tabu ou sei lá.

 

E depois fico à espera que me diga algo no dia anterior, nem que seja um olá para que possa ver que não me esqueceu, e nada.

Se não disser muitas vezes digo eu para chamar a atenção e ver se a conversa desenvolve.

 

Começo a ficar em chamas, como um urso na jaula a andar para trás e para a frente na minha cabeça.

A tentar interpretar todas as ultimas acções dele que possam indicar que me deu baile.

As interacções nas redes sociais.

Há quanto tempo não vai ao Facebook...essas tretas.

 

Não gosto nada disso porque me tira energia que não devia dispensar nestas coisas.

Tenho uma regra moral que é: a menos que a pessoa me explique o porquê da sua ausência, confirmações no próprio dia eu não concordo.

 

Porque se eu entrar no joguinho de não dar parte fraca e de mostrar que nem reparei que já estava na data do encontro a pessoa nunca vai entender que não é assim que gosto.

Claro que também não é dizer "Agora não vou" e amuar.

Estou a falar em explicar calmamente o que me deixou desconfortável.

 

Certo mas...a pergunta importante é ..."Mas se estás tão preocupada porque não envias uma sms no dia anterior a confirmar tu?"

 

Certo, o ego é uma coisa lixada...contudo, das duas uma.

Se no dia anterior foi a pessoa que puxou conversa comigo eu aí sinto-me na obrigação de ser eu a confirmar.

Se fui eu que falei primeiro, espero que seja ele a confirmar.

Na realidade a coisa devia ser simples, se foi ele que me convidou para sair deveria ser ele a garantir que a coisa acontece.

 

A verdade é que estou cansada de tentar pensar a razão pela qual ele está online no Facebook e não me fala, porque isso não me interessa, o que me interessa é que ele não me fala.

 

Que chatisse, chamarem a minha atenção para me fazerem perder tempo irrita-me!

10 comentários

Comentar post